Brasil

Alvo da PF, Ronaldo Nogueira é exonerado da presidência da Funasa

Ação investiga a suspeita de desvio de R$ 50 milhões no antigo Ministério do Trabalho, de 2016 a 2018

[Alvo da PF, Ronaldo Nogueira é exonerado da presidência da Funasa]
Foto : Reprodução/ NBR

Por Juliana Almirante no dia 12 de Fevereiro de 2020 ⋅ 14:20

O ex-ministro do Trabalho e ex-deputado federal Ronaldo Nogueira foi exonerado hoje (12) da função de presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Assinada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, a exoneração “a pedido” foi publicada no Diário Oficial da União. 

Nogueira foi alvo de busca e apreensão da Polícia Federal na Operação Gaveteiro, na semana passada. A ação investiga a suspeita de desvio de R$ 50 milhões no antigo Ministério do Trabalho. Ele ficou na pasta no governo do ex-presidente Michel Temer.

De acordo com a PF, as irregularidades teria ocorrido de 2016 a 2018. Nogueira afirmou não ter receio da apuração dos fatos e se colocou à disposição para prestar todos os esclarecimentos necessários às autoridades. 

Notícias relacionadas

[Justiça proíbe Suzane von Richthofen de cursar faculdade]
Brasil

Justiça proíbe Suzane von Richthofen de cursar faculdade

Por Kamille Martinho no dia 28 de Fevereiro de 2020 ⋅ 20:30 em Brasil

Richthofen passou para o curso de Gestão do Turismo, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) em Campos do Jordão (SP)