Brasil

Corregedoria do MPF instaura sindicância para apurar fatos ocorridos em Curitiba

Conforme a decisão, a apuração será feita tanto pela “ótica do fundamento e formalidades legais da diligência quanto da sua forma de execução”

[Corregedoria do MPF instaura sindicância para apurar fatos ocorridos em Curitiba]
Foto : Antonio Augusto/Secom/MPF

Por Kamille Martinho no dia 29 de Junho de 2020 ⋅ 20:30

A corregedora-geral do Ministério Público Federal (MPF), Elizeta Maria de Paiva Ramos, determinou hoje (29), a instauração de sindicância para apurar reuniões, realizadas entre 23 e 25 de junho, entre a coordenadora do Grupo de Trabalho da Lava Jato na Procuradoria-Geral da República (PGR) e integrantes da Força-Tarefa Lava Jato no Paraná. 

Conforme a decisão, a apuração será feita tanto pela “ótica do fundamento e formalidades legais da diligência quanto da sua forma de execução” e para apurar a regularidade da utilização de equipamentos para gravação de chamadas telefônicas recebidas por integrantes da equipe da força-tarefa, incluindo membros e servidores. 

A sindicância é um procedimento preliminar e, pela natureza jurídica, corre sob sigilo. A decisão da corregedora-geral foi tomada após o envio de ofícios à Corregedoria do MPF por parte de integrantes da FT Lava Jato, em Curitiba, em que questionaram a visita da subprocuradora Lindôra Araújo e equipe e informaram a existência, desde 2015, do equipamento de gravações.

Notícias relacionadas

[Brasil terá nova gasolina a partir de agosto]
Brasil

Brasil terá nova gasolina a partir de agosto

Por Kamille Martinho no dia 06 de Julho de 2020 ⋅ 17:20 em Brasil

De acordo com a Petrobras, o combustível terá melhor qualidade e deixará os carros mais eficientes, entretanto o litro da gasolina ficará mais caro