Cidade

Caso se torne hotel, Palácio Rio Branco terá valor histórico preservado, diz secretário

Segundo Fausto Franco, concessão do palácio segue uma tendência mundial: "É mais inteligente colocar uso em um patrimônio histórico do que deixar acabar"

[Caso se torne hotel, Palácio Rio Branco terá valor histórico preservado, diz secretário]
Foto : Matheus Simoni/Metropress

Por Juliana Rodrigues no dia 11 de Setembro de 2019 ⋅ 09:35

O secretário de Turismo do Estado, Fausto Franco, afirmou, na manhã de hoje (11), que o governo não vai abrir mão da preservação histórica do Palácio Rio Branco, caso o imóvel venha a se tornar um hotel. A declaração foi dada em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole. No final de agosto, o grupo Vila Galé foi autorizado a realizar estudos para a implantação de um empreendimento hoteleiro no local.

"O que não abriremos mão é a estética do palácio, que ficará intacta, a galeria dos governadores, que precisa ser melhor cuidada e com acesso gratuito para a população, e se o hotel vier a acontecer, ficará ainda anexada a Secretaria de Cultura, que funciona em um anexo do palácio. Isso está garantido pelo governo, quem vier explorar vai se adequar à realidade", disse.

O secretário afirmou que a concessão do palácio segue uma tendência mundial, citando como exemplo as iniciativas de recuperação de sítios históricos para viés turístico em Portugal. "Entendemos que é mais inteligente colocar uso em um patrimônio histórico do que deixar acabar por si só", avaliou.

Notícias relacionadas