Cidade

Paulo Ormindo reúne coletânea em novo blog: 'Retrato da cidade e das políticas'

Arquiteto destaca visão crítica e estímulo a professores e profissionais para reunir conjunto de artigos, livros e crônicas sobre a cidade de Salvador

[Paulo Ormindo reúne coletânea em novo blog: 'Retrato da cidade e das políticas']
Foto : Metropress

Por Metro1 no dia 10 de Julho de 2020 ⋅ 13:52

O arquiteto e professor Paulo Ormindo reuniu artigos, crônicas, textos e livros publicados em sua carreira em um blog, lançado no mês passado com objetivo de fomentar o conhecimento e a análise crítica sobre projetos para a cidade. "Foi uma ideia de juntar toda minha produção. Tenho livros, capítulos de livros organizados por outros colegas, artigos em revistas acadêmicas e jornalismo, que venho fazendo há muito tempo", disse ele, em entrevista a Mário Kertész hoje (10) na Rádio Metrópole

De acordo com Ormindo, é necessário que cada cidadão tenha visão crítica para debater e conhecer melhor a capital baiana. "Uma visão crítica é a coisa mais importante para qualquer artista, político ou qualquer pessoa. Nem sempre as pessoas entendem isso. Na verdade, não existe uma construtiva ou destrutiva. Crítica tem que ser imparcial e não-política. Dom Helder Câmara tinha tiradas fantásticas, ele dizia que os melhores colaboradores eram os críticos dele. Realmente é quem mostra pontos que você não está vendo ou dando atenção. Qualquer compositor ou literata gosta da crítica. Ela permite que ele aperfeiçoe", disse o arquiteto.

"A visão crítica do problema da cidade, crônica minha que já atravessou várias administrações, mostra alternativas de soluções que podem ser adotadas, inclusive com custos menores e impactos menores sobre a cidade. O artigo de jornal é muito efêmero. O jornal você descarta no segundo dia de leitura, no máximo. Você não fica com esse registro, a menos que seja um pesquisador", acrescentou. 

Para Ormindo, a ideia de fazer um blog partiu da iniciativa de compilar tudo o que ele produziu, facilitar e fomentar futuras discussões semelhantes. "A ideia não é fazer um mostruário e sim estimular outros professores e profissionais a juntarem sua produção em um lugar só e disponibilizar isso para a comunidade acadêmica no sentido de fazer uma série de estudos sobre. Não é sobre a personalidade de Paulo Ormindo, isso não tem a menor importância. É o que eu retrato da cidade e das políticas", comenta.

Notícias relacionadas