Justiça

Após decisão de Toffoli, juiz suspende ação que tornou Serra réu por lavagem de dinheiro

MPF entendeu como "indevida" suspensão do processo e afirmou, em nota, que "adotará as providências cabíveis a fim de, oportunamente, retomar a ação penal instaurada"

[Após decisão de Toffoli, juiz suspende ação que tornou Serra réu por lavagem de dinheiro]
Foto : Rovena Rosa/Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 30 de Julho de 2020 ⋅ 15:20

O juiz federal Diego Paes Moreira decidiu hoje (30) suspender a ação penal contra o senador e ex-governador José Serra (PSDB) e a filha dele, Verônica Allende Serra, por lavagem de dinheiro.

O Ministério Público Federal (MPF) entendeu como "indevida" suspensão do processo e afirmou, em nota, que "adotará as providências cabíveis a fim de, oportunamente, retomar a ação penal instaurada".

A Justiça Federal aceitou ontem (29) a denúncia realizada pelo Ministério Público Federal (MPF). Porém, uma decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli horas antes suspendeu todas as investigações da Lava Jato sobre a campanha de Serra.

Na nova decisão, o juiz afirma que tomou a decisão "por cautela". "Assim, em cumprimento ao quanto determinado pelo Supremo Tribunal Federal na Reclamação 42.355, suspenda-se o andamento dos presentes autos", disse Moreira.

A denúncia do MPF acusava Serra de usar cargo e influência política para receber da Odebrecht pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul. O senador nega ter cometido qualquer irregularidade.

Notícias relacionadas