Política

Bahia atinge platô do coronavírus e Rui vê ‘porta de saída para normalidade’ 

"Espero que hoje a gente possa comemorar, ao final do dia, o mesmo platô, sem crescimento de casos ativos"

[Bahia atinge platô do coronavírus e Rui vê ‘porta de saída para normalidade’ ]
Foto : Reprodução / Youtube

Por Alexandre Galvão / Matheus Simoni no dia 27 de Maio de 2020 ⋅ 08:25

O governador Rui Costa (PT) afirmou hoje (27) que a Bahia atingiu um platô de contaminação do coronavírus, que é um nível estável precedente do declínio da curva de contágio. Segundo o petista, se o dado se mantiver por mais quatro dias, há um indicativo de convergência das curvas de contágio e curados. 

“Estamos hoje com 9.379 casos ativos. Significa que são as pessoas que estão com o vírus em menos de 14 dias ou estão internadas no hospital, ambulatório ou UTI, com capacidade de transmitir para os outros. Nosso foco e atenção é atuar em cima desses ativos e não necessariamente no estoque total, que é de 14.576 casos. Quem já foi curado não é motivo de preocupação, não demanda mais leito de UTI ou enfermaria para o coronavírus. Estamos há três dias num platô. A curva é ascendente. Se continuarmos assim, mais três ou quatro dias, a curva de curados sobe e há um encontro e é a porta de saída para que a gente inicie o retorno à normalidade”, indicou, em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole

Rui afirmou ainda que o isolamento social durante o feriado antecipado, que começou na segunda e vai até hoje – mas tem quinta e sexta com restrição mais dura na mobilidade social – é fundamental para que o governo possa rascunhar um plano de saída da quarentena. “Vi muita brincadeira das pessoas de que não deu tempo de comprar a roupa nova, os fogos e fazer canjica, mas deu resultado. Espero que hoje a gente possa comemorar, ao final do dia, o mesmo platô, sem crescimento de casos ativos, para que a gente possa iniciar a saída o mais rápido possível”, afirmou.

Notícias relacionadas