Política

'A gente lamenta todos os mortos, mas é o destino', diz Bolsonaro

Declaração foi feita quando uma apoiadora pediu uma mensagem de consolo às famílias enlutadas pela covid-19; ele defendeu novamente o uso da cloroquina no tratamento da doença

['A gente lamenta todos os mortos, mas é o destino', diz Bolsonaro]
Foto : Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 02 de Junho de 2020 ⋅ 17:40

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (2), que lamenta o número de mortos no país em consequência da covid-19, mas que, a morte é o destino de todas as pessoas.

“A gente lamenta todos os mortos, mas é o destino de todo mundo”, disse o presidente quando uma apoiadora que estava na saída do Palácio da Alvorada pediu uma mensagem de conforto para as ‘inúmeras famílias enlutadas’ em consequência da pandemia.

Bolsonaro defendeu novamente o uso da cloroquina no tratamento de pacientes com Covid-19. “O pessoal que reclama da cloroquina, então dê alternativa. […] Sabemos que pode ser que não seja tudo isso que alguns pensam, mas é o que aparece no momento. Tem muito relato de pessoas, muito médico favorável. A briga farmacêutica é muito grande”, apontou.

“Pessoal que reclama contra a cloroquina não tem alternativa. Eu sou contra isso, mas aponte… Nós sabemos que pode não ser realmente isso tudo que alguns pensam. Mas é o que aparece no momento. Tem relatos de pessoas, tem muitos médicos favoráveis e tem uma briga farmaceutica muito grande também”, apontou.

Notícias relacionadas