Política

Bolsonaro diz que vazamento de dados pessoais é 'intimidação' e promete 'medidas legais'

Ministério da Justiça determinou à Polícia Federal (PF) a abertura de um inquérito para investigar o vazamento

[Bolsonaro diz que vazamento de dados pessoais é 'intimidação' e promete 'medidas legais']
Foto : Marcos Corrêa/PR

Por Luciana Freire no dia 02 de Junho de 2020 ⋅ 21:00

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (2) que o vazamento de seus dados pessoais é uma "medida de intimidação" e afirmou que "medidas legais estão em andamento para que tais crimes não passem impunes". A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.

O Ministério da Justiça determinou à Polícia Federal (PF) a abertura de um inquérito para investigar o vazamento.

"Em clara medida de intimidação o movimento hacktivista 'Anonymous Brasil' divulgou, em conta do Twitter, dados do Presidente da República e familiares. Medidas legais estão em andamento, para que tais crimes, não passem impunes", escreveu Bolsonaro em seu perfil no Facebook.

O grupo hacker Anonymous Brasil iniciou na noite de ontem (1º) a exposição de dados pessoais do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), de seus filhos, da sua ex-esposa e dos ministros da Educação, Abraham Weintraub, e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

Notícias relacionadas