Política

Maia avalia que próximo presidente da Câmara deve ser independente do governo

Deputados devem evitar que candidato governista consiga eleição para ocupar chefia do parlamento, avalia democrata

[Maia avalia que próximo presidente da Câmara deve ser independente do governo]
Foto : Luis Macedo/Agência Câmara

Por Matheus Simoni no dia 14 de Julho de 2020 ⋅ 12:37

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), comentou a sucessão da presidência da Casa Legislativa, prevista para fevereiro de 2021. Em entrevista a Mário Kertész hoje (14), durante o Jornal da Bahia no Ar da Rádio Metrópole, o democrata disse que os deputados não vão fechar questão por um parlamentar que não seja independente do governo de Jair Bolsonaro (Sem partido). Maia comentou a influência de figuras políticas do chamado Centrão, como os ex-deputados Roberto Jefferson e Waldemar da Costa Neto, no Congresso.

"Roberto Jefferson não tem nem voto na Câmara, mas vocaliza pelo partido dele. O PL tem força na Cãmara. De fato, a minha relação com o ex-presidente do PL, Waldermar, é muito boa e transparente. Na política, não posso criticar e falar nada do Waldemar. Mas acho que a Câmara escolherá um presidente que trabalhe com essa independência com o Poder Executivo, não seja um candidato do governo, mas que dialogue", disse Maia.

"Isso é da democracia e fundamental que os poderes possam o máximo possível, claro que respeitando a independência, trabalhar com harmonia. Acho que esse é o perfil que os deputados e deputadas vão escolher no dia 1º de fevereiro", acrescentou.

Notícias relacionadas

[Governador do Mato Grosso é internado em SP com pneumonia]
Política

Governador do Mato Grosso é internado em SP com pneumonia

Por João Brandão no dia 02 de Agosto de 2020 ⋅ 19:00 em Política

Mauro Mendes começou a se sentir mal após uma reunião de trabalho e então procurou atendimento com o médico que o acompanha desde o transplante de rim