Política

Dayane faz aceno a José Ronaldo após 'fragilidade' de Colbert Martins

Deputada federal é pré-candidata à prefeitura de Feira de Santana e quer contar com apoio de ex-prefeito

[Dayane faz aceno a José Ronaldo após 'fragilidade' de Colbert Martins]
Foto : Metropress

Por Matheus Simoni no dia 30 de Julho de 2020 ⋅ 09:06

    A deputada federal e pré-candidata à prefeitura de Feira de Santana, Dayane Pimentel (PSL), comentou o atual panorama político do município e a gestão do prefeito Colbert Martins (MDB) em meio à pandemia de coronavírus. Em entrevista a Mário Kertész hoje (30), durante o Jornal da Bahia no Ar da Rádio Metrópole, a parlamentar afirmou que já se colocou à disposição para colaborar, mas reconhece a dificuldade de atuar no combate à doença.

"Acontece que o prefeito, junto com os comerciantes e junto com a secretaria de Saúde e Social ainda não conseguiram regimentar um plano que pudesse dar garantias de higienização e saúde para a população para que essas portas se mantenham abertas. Houve essa oscilação do abre e fecha porque, quando se abriu, começou a perceber nos dias seguintes, um aumento na curva de contágio. É um grande dilema, não é fácil, me coloco também no lugar da gestão municipal e sei que não é fácil", declarou ela. 

Questionada por MK sobre a situação de José Ronaldo (DEM), ex-prefeito de Feira que deixou o comando da cidade para concorrer ao governo em 2018, a deputada disse que monitora a situação do democrata. Diante do que ela chamou de "fragilidade eleitoral e política" de Colbert, ela avalia contar com o apoio do ex-gestor.

"Tenho um contato muito remoto com nosso 'eterno prefeito', gosto de chamá-lo assim. Apesar, obviamente, de minhas críticas pontuais, acredito que Zé Ronaldo foi um ícone político em nossa cidade. É aquela pessoa que todo mundo gostaria de receber seu apoio, justamente pela sua facilidade com o público feirense e seu serviço prestado. Obviamente é alvo de críticas, eu faço algumas, mas é um político que sai de cabeça erguida da gestão municipal", afirmou a parlamentar, que aproveitou para criticar o "entorno" de José Ronaldo.

"Existem muitas conversas de bastidores, mas eu vivo muito nesse mundo PSL e pautas que acredito. Essas articulações políticas dependem muito mais do alheio do que de mim porque eu tento não procurar. Fico um pouco assustada com a contra-partida. Não falo de José Ronaldo, mas com o que está de seu entorno", disse Dayane.

"Acredito que, por conta da fragilidade eleitoral e política que Colbert Martins enfrenta, Zé Ronaldo está um pouco pensativo ainda. Ele segue em observância. Estou aqui atenta com ou sem o apoio direto do prefeito José Ronaldo", declarou.

Notícias relacionadas

[DEM pune deputados que votaram contra aumento do fundo eleitoral]
Política

DEM pune deputados que votaram contra aumento do fundo eleitoral

Por Luciana Freire no dia 13 de Agosto de 2020 ⋅ 19:00 em Política

Os deputados Kim Kataguiri e Alan Rick estão entre os parlamentares que não terão direito a cota de indicação no fundo para seus candidatos no pleito municipal, como os d...