Turismo

Sistema de climatização deve diminuir impacto do salitre em Centro de Convenções Municipal

Ao Metro1, titular da Secult afirmou que analisa adequações ao projeto

[Sistema de climatização deve diminuir impacto do salitre em Centro de Convenções Municipal]
Foto : Divulgação

Por Adelia Felix no dia 04 de Setembro de 2019 ⋅ 18:39

Uma tecnologia que preserve o Centro de Convenções de Salvador, que está sendo erguido em uma área de intenso salitre, é estudada pela francesa G.L. Events, responsável pelo gerenciamento do empreendimento nos próximos 25 anos. A empresa contratada para fazer o estudo de climatização foi a Artemp Engenharia.

Procurado pelo Metro1, o secretário Municipal de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, confirmou a informação. À reportagem, ele explicou que no contrato que a prefeitura tem com o consórcio formado pela Axxo Construtora e Andrade Mendonça está previsto praticamente a totalidade do sistema de climatização. 

“O consórcio contratou a Artemp como empresa consultora para o sistema. Eles desenvolveram todo um projeto executivo baseado em tecnologia para que permita que todo ar refrigerado possa ser filtrado, não havendo, inclusive, entrada de ar externo para área do equipamento”, explica.

Ainda de acordo com secretário, a Secult analisa adequações ao projeto, e que existe a possibilidade da Artemp assumir o serviço de climatização no equipamento. “Se vai ser a Artemp, isso eu não posso afirmar. É provável? É. Ela foi autora do projeto executivo, mas ainda não tem uma contratação para fazer a instalação”.

Naming Rights
O secretário também foi questionado se existe a possibilidade da concessão de direitos de nome, como ocorreu com a Itaipava Arena Fonte Nova, ele disse que não está descartada, mas que atualmente não existe nenhuma confirmação. “Não existe definição. Antes de qualquer coisa, a GL vai submeter a proposta à Secult e prefeitura. Nesse momento, nada foi apresentado. A possibilidade existe, mas não tem nada cogitado ainda”.

Notícias relacionadas